Charlie Kaufman e o Post de Intro.

Postado por Luis Calil

Um blog. Sim, mais um. Por que estou fazendo? Não sei bem.

[Nós sabemos perfeitamente bem]

Acho que é porque eu sinto a necessidade de expor certas idéias e pensamentos, pelo menos pra desabafar e abrir espaço na minha cabeça para mais coisas.

[Na verdade, dinheiro e sexo. Nós estamos criando por dinheiro e por sexo. E popularidade.]

[Ninguém disse que é uma boa estratégia]

Escreverei sobre coisas que me interessam: cinema, música, literatura, ciência, política. Observações gerais. O que der na telha.

[i.e. o que chamar mais atenção]

Não garanto nada interessante ou significante. Só sei do que sei; se sair algo bom é lucro.

[Esse blog será composto de pessoas inteligentes, interessantes e significantes. Nunca vi tanta significância num único blog. Dá até nojo]

O título foi escolhido pois acredito que Buñuel é um grande talento, e essa – O Discreto Charme da Burguesia – é uma de suas melhores obras. Achei usar este trocadilho apropriado.

[Na verdade, o título foi escolhido quase aleatoriamente. Nós simplesmente fomos adicionando a palavra “blog” em títulos de filmes e o que fosse mais retardado/engraçado ia levar. Alguns que quase foram escolhidos: “Onde os Fracos Não Tem Blog”, “Blog Runner”, “O Blog Que Veio do Frio”, “Se Meu Blog Falasse”, “Uma Rajada de Blogs”, “Meu Blog Será Tua Herança”, “Bloguinho de Luxo”. PS: Eu não assisti o filme do Buñuel ainda.]

***

Luis Calil: Precisamos escrever o post de introdução.

Fabiano Ristow: Ai, que saco.

LC: Tem que começar em algum–

FR: Que saco.

LC: Em algum lugar. Não dá pra começar do nada e fingir que a gente sempre existiu.

FR: Por que não? Ia ser legal. E menos clichê.

LC: Esse é o problema, como fugir do clichê num post de introdução.

FR: Cortando o post de introdução.

LC: Não, eu digo dentro do post de introdução. Dentro–

FR: Como assim?

LC: Como fugir dele dentro dele?

FR: Dele dentro dele?

LC: É… A gente pode tentar uma paródia. É só juntar clichês e zoar eles.

FR: Eu pensei nisso. Aquela coisa tipo… “Não prometo nada interessante.”

LC: [risos] Exatamente. “Vou escrever só pra umas cinco pessoas, portanto vai ser algo pessoal.”

FR: [risos]

LC: “Esse é o meu terceiro blog, não sei se esse vai funcionar.”

FR: [risos] Sim.

LC: KIDH SÌJJS{_OSJ _OSJDPLÇKDPLKD

***

Esse é o meu terceiro blog, e não sei quanto tempo vai durar até eu parar de postar, montar outro blog e fingir que esse não existiu.

[Esse blog vai existir até o ponto em que ele nos conseguir dinheiro e mulheres e sucesso. Quando o blog não for mais necessário para obter tais coisas, ele será terminado. PS: O Ristow é gay e gosta de homens.]

Um aspecto que gosto de certos blogs é que eles trazem pessoas convidadas para contribuírem com textos e idéias. Acho isso fascinante, e pretendo trabalhar da mesma forma.

[Nós estaremos dispostos a aceitar contribuições, desde que nem você nem seu texto sejam retardados. Se, por exemplo, você for retardado, mas o seu texto for divertido e fascinante, sinto muito, não vai rolar. Como o Danny Plainview, nós odiamos a maioria das pessoas, então suas chances já são pequenas. Pense bem]

Enfim, já falei demais sobre algo que já é clichê.

[Um clichê virou clichê porque é verdade e funciona]

[“O que é, em si, um clichê” – Charlie Kaufman]

***

Mãe de Ristow: Tira a mão daí.

Pai de Ristow: Fica quietinha, meu bem. Xá comigo.

MDR: Não dá, Valderez. Eu to ovulando.

PDR: Sem problema, eu trouxe preservativos aqui. Eu ganhei lá no bar do China. A gente usa todos eles… [sorri]

***

Esposa do China: Cadê os preservativos que a gente tinha guardado?

O China: Eu os furei e dei pra clientes do bar.

EDC: Mas por que?!

O China: Pra eles engravidarem.

***

Fabiano Ristow: Não to entendendo o porquê de incluir a nossa conversa sobre o post de introdução. Você nem perguntou.

Luis Calil: Não perguntei se…

FR: Se podia.

Luis Calil: Tem problema?

FR: Sim. E eu acho que tira a graça. Deixa só o texto mesmo, tá legal.

LC: Não, eu prefiro incluir a conversa.

FR: Cara, falando sério. É bobo e auto-referencial e brega.

LC: Brega? Foda-se.

FR: Eu não falei por mal.

LC: Eu te odeio, Fabiano Ristow. Odeio.

FR: Vai se fuder, sua PUTA ESCROTA!

LC: ACABOU NOSSA AMIZADE! ACABOU O BLOG!

FR: AAAAAHUHAUHNIOUFB>KN>FKNFLK

***

MDR: Vai devagar, Valderez.

PDR: Você é de outro mundo, mulher. Nossa senhora.

MDR: Calma, Valderez.

PDR: Deus me perdoa.

MDR: Se segura, homem.

PDR: Me segura.

***

Darwin: A evolução não tem objetivo. Ela é cega.

Madrinha de Darwin: Sim, ela é.

Darwin: E ela é elegante.

***

Pai do Ristow: Eu vou te pegar de esquerda.

Mãe de Ristow: Jesus Cristo!

Pai do Ristow: Sai de baixo.

***

Rodrigo Pinder: Eu vou ali na padaria.

***

LC: Eu não sei como terminar esse texto.

Deus: Meu filho…

LC: A porra do texto.

Deus: Calminha…

LC: Ajudai-me.

Deus: Mas… Você nunca acreditou em mim, entende? E agora quer ajuda?

LC: Não funciona assim?

Deus: Na na ni na não.

LC: Mas eu preciso de você agora. Misericórdia.

Deus:

LC: Por favor. Me ajude a terminar.

***

Darwin: A evolução é profundamente elegante.

Clodovil: E elegância é tudo.

Darwin: Amén.

***

Mãe de Ristow: Pare, homem! Pare agora! FUROU!

***

Deus: Pronto. Este é o final. E o começo.

Anúncios

9 Comentários

Arquivado em Geral, meta

9 Respostas para “Charlie Kaufman e o Post de Intro.

  1. Pips

    Vocês são excêntricos.

    Todavia, todo blog que todos vocês colocam no ar eu acompanham, então todo dia, toda atualização eu passo por aqui. =]

    (ah, sou simpático)

  2. Obrigado, Pips.

    Excêntrico é a senhora sua mãe.

  3. Se o Blog fosse só com “gente tipo o Ristow”, poderia se chamar Brokeback Blog.

  4. Fabiano Ristow

    Ei Knolex, não some. Você precisa passar aqui de vez em quando para nos oferecer tiradas cheias de humor e perspicácia como esta! Parabéns!

  5. Você já foi menos sarcástico, Ris.

  6. Fabiano Ristow

    Você sabe que eu te amo, Kno.

  7. Paula

    Vcs sabem que para quem conhece os pais do Fabiano esse post é bem traumático, né?

    Escolheram o melhor nome, confiarei no bom gosto e na ironia fina de de vcs e lerei o blog.

  8. Alfredo

    Eu não gostei do post. Mas bah, o que importa?

  9. Pingback: Recapitulando: 15/06 « O Discreto Blog da Burguesia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s