Links do Dia: 17/06/08

1. “Pirataria defendida”: Cory Doctorow, jornalista, blogger e romancista canadense, é um ativista em favor da liberação das leis de copyright. Em uma entrevista ao A.V. Club, ele joga alguma luz sobre o controverso assunto da distribuição online. O Discreto Blog da Burguesia fez o favor de traduzir o trecho. De nada:

[“Eu acho que o mais atraente e intuitivamente verdadeiro estudo que eu vi sobre distribuição online… Rufus Pollack da Universidade de Cambridge, que é um candidato a Ph.D. em economia lá, o conduziu. O que ele concluiu é que, para os 75% que estão no fundo da indústria musical, pirataria representa um pequeno-a-médio aumento em vendas, então ela gera mais vendas do que priva. Para os próximos 20%, entre 75 e 98%, não dá em nada. Você perde algumas cópias, você ganha publicidade grátis, você acaba na mesma.

E aí há uma pequena minoria que seria os 2% do topo. Pra eles, pirataria representa uma pequena perda. E aquelas são as pessoas que podem se dar o luxo de ter essa perda. Se Stephen King perde algumas centenas de dólares para a pirataria no seu último livro, isso não vai quebrar ele. Tim O’Reilly diz que pirataria é taxação progressiva – as pessoas que mais podem se dar o luxo são as pessoas que mais sentem a perda. E as pessoas que mais precisam de pirataria são as que mais se beneficiam. Aquele foi um estudo bem intuitivamente verdadeiro, e parece estar se provando real.

Eu ainda estou nos 75% do fundo da arte, de trabalhos publicados, e acho que estou recebendo uma ajuda da Creative Commons, e eu acho que vou chegar a um ponto onde vou ganhar tanto quanto perder com distribuição grátis, só por me tornar conhecido o suficiente. E aí eu posso chegar a um nível onde eu estou ganhando muito dinheiro só de royalties, e eu posso perder algumas centenas de dólares por causa de pirataria. Mas nesse ponto, pirataria vai ser o que me levou ao lugar onde eu posso me dar o luxo, então eu não vou espernear por isso.”]

2. “A reação de Saramago”: Todo mundo já viu esse vídeo, mas whattahell.

Aos 28 segundos, pode-se perceber como Fernandinho está tenso. Ombros retraídos, balançando o tronco para frente e para trás no assento como uma criancinha esperando uma bronca do pai, aquela olhadinha pro lado. Quando Saramago fala “Fernando…”, ele pula na direção do velho, já querendo amenizar a situação: “Não precisa!…” Talvez o medo dele fosse que Saramago soltasse algo como “Fernando… tu estragaste em 2 horas o que me demorou 2 anos pra escrever. Por que, Fernando?”, mas aparentemente o escritor ficou “muito feliz” por ter visto o filme.

Fernando não sabe bem como reagir ao elogio, portanto ele escolhe beijar a cabeça careca de Saramago. Eu aposto que ele se arrependeu disso alguns segundos depois e passou o resto da noite pensando na babinha visível que ele deixou na cabeça do velho. Aliás, isso não é meio ofensivo? Só porque o Saramago já é idoso, ele pode ser tratado como uma criancinha? Imagina se o autor do livro parecesse o Joel Coen circa 1985:

Você consegue imaginar Fernando Meirelles beijando a cabeça desse homem?

3. “Somos Aliens?”: O Discreto Blog da Burguesia novamente se aventura na tradução direta de um trecho, dessa vez de uma matéria do Bad Astronomy Blog. Se algum dos nossos cinco leitores for químico, favor verificar se os termos estão corretos.

[Cientistas estudando o meteorito de Murchison determinaram que os purínicos e pirimidínicos — especificamente, uracil and xantino — têm uma origem extraterrestre. Em outras palavras, as moléculas neste meteorito, tão cruciais para a vida, se formaram no espaço e caíram na Terra. (…) Isso significa que alguns dos componentes básicos da formação da vida se originaram no espaço, e vieram à Terra pegando carona em meteoritos e, presumivelmente, cometas.]

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Links do Dia

Uma resposta para “Links do Dia: 17/06/08

  1. Paula

    “Estou tão feliz por ter visto esse filme como estava quando terminei de escrever o livro”. O Fernando Meirelles só não deve ter beijado o Saramago na boca pq seria demais. E foi um beijo na testa, vai, nem foi na careca.
    Quero ver esse filme logo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s