Arquivo da tag: vingança

Pena de Morte: Sem Graça

Postado por Luis Calil

barbie_electric_chair

Aqui vão algumas considerações sobre a pena de morte que eu precisava tirar da cabeça, inspiradas por este excelente artigo de Michael Shermer:

Se a preferência por pena de morte se dá pelo desejo de uma satisfação emocional de punição e vingança, de uma atitude “olho por olho”, então ela é uma preferência predominantemente religiosa, justificada pela idéia dum Inferno onde o criminoso sofrerá de forma bem mais perversa do que passar o resto da vida numa cela com cama, vaso, revistas, cigarros, TV, etc. (Apesar de Cristo ter dito alguma coisa sobre mostrar a outra bochecha…)

Para um ateu, como eu, isso não cola. Quando um criminoso é executado, ele deixa de estar consciente e, portanto, deixa de ter oportunidades de sofrer. Pode-se dizer que tirar o seu direito de viver é a punição, mas quando esse direito for removido, o criminoso não vai estar acordado para reclamar. É por isso que eu costumo falar que é muito mais satisfatório, para um ateu sádico, ver o criminoso sofrendo por décadas na gaiola do que sofrendo alguns anos e morrendo.

CONTINUE LENDO>

Anúncios

3 Comentários

Arquivado em Ciência e Tecnologia, Politica, Religião

Livre, solta e sensata

Postado por Fabiano Ristow

Não precisa ter senso jornalístico para saber que, quando Ingrid Betancourt fosse libertada, a notícia ocuparia a primeira página de todos os jornais e seria massivamente comentada durante dias. Mas quem apostava que isso ia acontecer tão cedo? Ou que sequer aconteceria? Ou é meu pessimismo falando alto aqui?

Eis que ontem abro o G1 e um título em letras garrafais saltam da tela anunciando o resgate da senadora colombiana depois de seis anos mantida em cativeiro pelas Farc, e confesso que minha respiração parou por cinco segundos. Foi tipo ler a morte da princesa Diana ou do Papa, só que ao contrário.

Parando para pensar, não consegui compreender num nível racional por que o assunto Ingrid causa tanta comoção assim. Sim, ela é uma figura pública conhecida, ex-candidata à presidência colombiana, e as Farc são uma organização que integra listas internacionais de terrorismo. É um assunto relevante, portanto; mas talvez tenha um bom peso o fato de estar ancorado em sentimentos mais primitivos, envolvido numa paixão e anseio diretos, como se a Ingrid fosse mais do que o seu papel político lhe confere.

CONTINUE LENDO>

2 Comentários

Arquivado em Atualidade